Quem sou eu

Minha foto
BELO JARDIM, NE/Pernambuco, Brazil
"... O sonho pelo qual brigo, exige que eu invente em mim a coragem de lutar ao lado da coragem de amar..." Paulo Freire Educador pernambucano

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Facetas de cabos eleitorais!

É espantoso como algumas pessoas perdem a capacidade de raciocínio quando a questão é a de relacionar a péssima qualidade de vida da maioria da população belojardinense; o retrocesso social; e os entraves econômicos que passa/atravessa a terrinha ao desempenho de seus governantes.


O engraçado é ver a quantidade de "retrato" e os muitos filmes que, feitos, por essas pessoas, demonstram toda a sorte de miséria que assola o município. São muitos também, os desabafos nas mais diversas redes sociais que denunciam o caos em todos os recantos da cidade e em todas as áreas.


Mas quando chega o ano de eleições municipais "...alguma coisa acontece em seu coração..." e lá se vão el@s de novo, defendendo as mesmas pessoas, os mesmos partidos, as mesmas formas de governar.



Onde será que mora a origem de tudo isso?



No meu entender, para uns, mora no modo reacionário de ser, o de quem acredita que o mundo ideal é um mundo estático, esses morrem de medo só de ouvir a palavra mudança, imaginem se terão coragem de mudar alguma coisa!


Para outro tanto, reacionários, também, enxergam apenas o seu próprio umbigo, na expectativa de poderem participar do Poder, acreditam que um dia chegará a sua vez de enriquecer sem fazer o menor esforço e enquanto isso não chega, trabalham dobrado (nas campanhas) e apenas recolhem as migalhas que caem dos bolsos "do patrão", para essas pessoas, isso é bem mais fácil do que sonhar/lutar pela igualdade de direitos e oportunidades para tod@s!

E ainda, aparece ai um outro grupo, os que nunca na vida praticaram o "desapego", esses só reclamam em tempos de eleição, e contra o adversário, mas quando o adversário passa a ser poder, lá estão eles novamente, agarradinhos ao sistema!


"A responsabilidade de todos é o único caminho para a sobrevivência humana."
(Dalai lama)

Pense nisso!

3 comentários:

Elaine disse...

...esses morrem de medo só de ouvir a palavra mudança, imaginem se terão coragem de mudar alguma coisa!
Palavras de Adilza Cristina

Pra u bom entendedor meia palavra basta.

Tem que haver a mudança,na minha opnião.

edson bahia disse...

a insatisfação com o poder público em BJ é bronca! o povo está cansado, até mesmo os cabos eleitorais não tem mais historia pra contar esgotaram-se todos os "argumentos" para atrair os eleitores, os candidatos estão desgastados, é perceptível que alguns só estão esperando para gastar o dinheirinho que juntou nestes quadriênio só para fazer aquela politicagem sórdida do dá dá um pouquinho que eu te dou um votinho. mais projeto para gerir a cidade que está jogada nas mãos dos marginais ninguém apresenta. As almas sebosas estão matando em plena luz do dia no patio da feira onde um jovem foi assassinado por falta de politicas para os nossos jovens que estão enveredando nas drogas e na balburdia, e a prefeitura só faz festa para distribuir bebida a torto e a direito contribuindo ainda mais para esta violência desmedida que se instalou definitivamente em BJ e na certeza da impunidade a vileza continua porque o poder público é inoperante.

Fabiano Galvão disse...

É doloroso ver, como filho da terra,mesmo distante, que velhos caciques continuam dando as cartas nas eleições, apesar das figuras políticas,por assim dizer,terem mudado(consideremos o sentido da palavra sucessão). Vemos o mesmo cenário, as mesmas considerações políticas acerca da situação do município, ou seja, passam-se os anos,após as eleições,e nada se fala, nada se divulga, entretanto basta o alvorecer do novo pleito e todos saem das suas "tocas" para divulgarem feitos administrativos fantásticos,fazendo alusão à uma competência, habilidade e gestão pública, considerando-se o "ideal"para o povo. É deplorável! O povo continua na mesmice, fala,critica durante três anos, porém ao chegar a oportunidade de realmente MUDAR o cenário político,volta ao "status a quo", vislumbra, conforme já publicado acima,a mais uma oportunidade de obter vantagens em detrimento da comunidade da qual faz parte...são os famigerados"amigos do Rei!" Fisiologistas puramente. Ademais, sem a educação não há desenvolvimento que beneficie a todos, não há humanidade que resista ao próprio homem.
Parabéns ao blog, ao seu idealizador, que possa continuar firme nos seus propósitos.
Um abraço,