Quem sou eu

Minha foto
BELO JARDIM, NE/Pernambuco, Brazil
"... O sonho pelo qual brigo, exige que eu invente em mim a coragem de lutar ao lado da coragem de amar..." Paulo Freire Educador pernambucano

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Cem dias, Sem nada!

Novos dias, Novos tempos!

imagem do: itacriowordpress.com
Já se foram Cem dias desde a posse do atual prefeito, por ora, nada a comemorar, o que se observa, de modo geral, é a piora dos serviços; uma total falta de transparência; o total engessamento da máquina pública e o que é pior, a falta total de planejamento. Cem dias se passaram para que a Prefeitura viesse comemorar esse período (como muita festa, muito circo) apresentando um Plano de Ação, nesse, incluindo obras que serão construídas a partir de agora, e que já foram apresentadas à população desde 2000 quando foi prefeito. Mas eu sou teimosa, vou acreditar (rsrrs)





Nada nos foi apresentado, de concreto, mesmo tendo a prefeitura um orçamento para 2013 que é de 124,5
milhões, e que isso representa mais de 10 milhões por mês, sem contar as toneladas de recursos públicos da União e do Gov. do Estado, que todos os dias os blogues (a serviço da Prefeitura) anunciam para nós.




O que podemos ver nesses 100 dias e em farta quantidade, é parente
"prestando serviços" -

 Esposa, cunhados, irmã... gato, papagaio...



Nepotismo aqui abunda!  ... Sem contar que tod@s @s vereadores da situação ganharam de presente um cargo no executivo para os seus parentes: Jair tem a avó como Sec. Esp. da Mulher, Da Paz, as filhas do Belo Jardim Prev; Patricia Ramos tem o marido na Pres. da Autarquia Municipal, e esse ainda, tem seus caminhões agregados ao setor de coleta de lixo; cogita-se que a irmã do presidente da Câmara vai para Sec. de Infra Estrutura... A lei contra o nepotismo existe, inclusive, até com mais rigor, foi regulamentada/aprovada aqui pelos vereadores, no entanto, o que podemos ver nesses 100 dias é que o prefeito JM continua fazendo a opção de violar deliberadamente o princípio constitucional da moralidade administrativa;

A onda de insegurança e temor, tem tomado conta da cidade, o número de usuários de crack cresce assustadoramente,a consequência é o aumento de roubos/assalto, até o momento nenhuma política foi ou está sendo desenvolvida na cidade.

www.revistareciclarja.com


Na educação, não se sabe o porque das obras para construção de duas creches deixadas em andamento pelo ex gestor, estarem hoje paradas, já que nesse quesito, as mães belojardinenses enfrentam muitos problema, as que existem na cidade, e são poucas, apenas 3, tem uma delas que está funcionando em duas casas alugadas no Bom Conselho, que, até a semana passada uma das casas estava com o fornecimento d'água cortado e a outra com o fornecimento de energia, o local não tem espaço para que as crianças possam brincar, o calor impera! Até bem poucos dias funcionava de 8h00 as 16h00, hoje funciona de 07h00 as 17h00, mas pra economizar, não pagam o excedente aos professores portanto quem se responsabiliza por estas crianças são vigias e merendeiras até a chegada das professoras.

E por falar em horas excedentes o prefeito/secretaria de educação vem descumprindo a tabela atual do valor das aulas excedentes que fecha a carga/horária em 200 horas (Lei Federal nº 11.738/2008) o pagamento vem sendo feito com base na tabela antiga e o município pretende pagar as 50 h/a como contratados, mesmo sendo a categoria integrante do quadro efetivo.

E já que estamos falando em educação, alun@s do 9º ano (5ª série - portanto crianças) ainda não viram a cor da merenda na Escola Antenor Vieira. É bom averiguar.

Apesar do município contar com 17 ônibus do Programa Caminhos da Escola, tem alunos que ainda ficam sem aulas por falta de combustível nos mesmos. Sem contar que o transporte dos estudantes da Zona Rural, composto por Toyotas, estavam (nem sei se já resolveram) com seus toyoteiros sem receber desde a gestão passada, dia desses fizeram uma parada de alerta e muitos estudantes tiveram que andar mais de 3 km para chegar a escola.

imagem do google
A Saúde está doente. Além de manter no cargo uma parente, diga-se de passagem com pouco jeito no tratamento com o que é público, o caos foi instalado e a saúde a beira de um colapso, isso é velho, desde a gestão passada que o negócio lá é ruim, no entanto, nesses 100 dias a coisa piora a olhos nú: filas quilométricas para marcação de consultas; ambulâncias paradas em oficinas; Ambulâncias do SAMU estacionadas no pátio do hospital debaixo de muito sol sem nenhuma serventia para a população; as muriçocas a todo vapor; o Matadouro Público, aff não dar nem pra descrever, faço um convite a tod@s para visitar o local e verem como seus próprios olhos; Material de limpeza/higienização do hospital, totalmente fora dos padrões exigidos pela ANVISA; medicamentos com prazo de validade vencido; PSF sem médicos (ex: do Santo Antonio, onde o médico passou por uma cirurgia, está de licença, e o povo aguardando a volta do mesmo); E pasmem, os dois blocos cirúrgicos do hospital foram interditados, consequência disso foi a morte de um bebê por Asfixia Perinatal Grave e Prolapso de Cordão Umbilical.

Há mais de 100 dias que a sociedade espera pelo Portal da Transparência, instituído pela Lei 131/2009 a qual obriga todos os órgão públicos disponibilizarem em tempo real para toda a população, como está sendo usado os recursos públicos. 

Mais de 100 dias e nem a equipe está definida, todo dia sai um.

Assédio Moral também é o mote dessa administração, transferem uns, mandam outros descansar, botam pra fora, depois botam pra dentro eitaaaaaaaaaaaaaa

Sinceramente, nunca esperei soluções mágicas no combate as mazelas que assolam a cidade, mas, esperei sim, que nesses 100 dias o governo de JM pudesse ter mostrado o mínimo de preparo para cuidar da terra do nunca, e pelo menos apontar rumos capazes de assegurar ao povo melhorias tanto nas condições da cidade, quanto nas condições de vida das pessoas.

imagem do google

Esperar 100 dias para apresentar a população um Plano de Ação, com ações que foram prometidas lá em 2000, a exemplo da construção de policlínicas, me poupe né? Até porque essa Policlínica foi promessa de campanha e para ser construída nos 100 dias de governo. Ora, se a prefeitura fosse uma empresa privada, este seria o fim do período de experiência de JM.

Mesmo assim, sou brasileira, da terra dos músicos e não desisto nunca, vamos aguardar, tomara que aconteça muita coisa boa, o povo merece.

"Há governos que deixam uma marca consolidada em semanas. Outras passam 4 anos sem deixar nada que impressione e os faça entrar na história."

3 comentários:

Egnaldo Pereira disse...

E ainda faltou dizer que os animais continuam andando pelas ruas.Belo Jardim tá suja.Os equipamentos públicos sem manutenção e a burocracia da Prefeitura não funciona.

Anônimo disse...

100 dias de “governo” Juão Mendonça jatobá.

E já se foram 100 longos dias da atual gestão da prefeitura, uma verdadeira eternidade para todos, um clima de insegurança se apossou da cidade, o que vimos foi perseguições aos servidores efetivos da prefeitura e ate mesmo os contratado, isto sem precedente. Vimos demissões de cargos de confiança, pessoas que dormião agarrados no pau da bandeira, isto também é sem precedente. Vimos secretário saltando do barco. Vimos o estado de calamidade que se encontra a população pela escassez de agua. Vimos um prefeito turista nestes 100 dias, acho mesmo que 100 é o que melhor retrata hoje o belo-jardinense.
Como esta o povo?
100 saber se Juão sai.
100 saber se Dr. Maneco entra.
100 bloco cirúrgico no hospital.
100 UPA com 14 médicos especialistas.
100 SAMU.
100 marcação de consulta através de um TABLET.
100 policlínica que seria construída em cem dias.
100 rio bitury revitalizado.
100 ciclovia da cameleira ao pontilhão.
Como esta cidade?
100 esperança.
Como esta o comercio da cidade?
100 vender.
Como esta o preço do tomate?
100 controle.
Como esta o babão 55?
100 emprego.
Como esta o servidor contratado?
100 saber se vai receber.
Como esta a prefeitura?
100 prestar conta do baile municipal.
Como esta o prefeito?
100 aparecer na prefeitura.
100 querer julgamento.
100 realizar as promessas da campanha.
Como esta o vice-prefeito?
100 parar.
Como esta a família do prefeito?
100 desemprego.
Como esta inajá figueira?
100 % perseguido.
Como esta Dr. Joailton?
100 % indignado.
Como esta Zé Carlos da farmácia?
100 % demitido.
Como esta o nosso calango?
100 chance de chegar no G4.


Aroldo Campos disse...

Muito bom ler realmente um blog que expressa realmente o sentimento do povo Belo-jardinense, realmente mesmo sem votar em João esperava mais de sua gestão.