Quem sou eu

Minha foto
BELO JARDIM, NE/Pernambuco, Brazil
"... O sonho pelo qual brigo, exige que eu invente em mim a coragem de lutar ao lado da coragem de amar..." Paulo Freire Educador pernambucano

terça-feira, 19 de abril de 2016

... Um dia de Domingo

O último domingo (17/04) foi puxado! Comecei o dia tendo que explicar aos vários eleitores de Mendonça Filho (belojardinense que votaram nele na última eleição por "conveniência") e os de Jorge Corte Real, que eles não deveriam estar preocupados com o andamento do impeachment já que eles próprios haviam contribuído com o fato. Há de se entender que vivemos numa democracia representativa... hihihi

“Nada a temer senão o correr da luta,
Nada a fazer senão esquecer o medo.”
(Caçador de Mim – Milton Nascimento)

Em seguida assisti ao espetáculo trash de política gospel (modalidade que tem crescido no Brasil) produzido por deputad@s brasileir@s, do começo ao fim. Tive muita vergonha de ver aquilo, mas mesmo envergonhada, ri, ri muito e em outros momentos vomitei.

Foram tantos os que falaram em nome de “Deus, da família, do neto, do cachorro, do papagaio...” pude comprovar que essa democracia representativa tá bichada, estão lá com o nosso voto para defenderem interesses particulares e porque não dizer que todo aquele circo servirá apenas para tornar invisível sua própria corrupção.

Fiquei indignada com tanta demagogia, mas a minha indignação alcançou índices jamais imaginados no momento em que o Dep. Jair Messias Bolsonaro fez uma homenagem ao cruel Carlos Alberto Brilhante Ustra, (aqui quem foi Ustra) um verme a serviço da Ditadura Brasileira que matou centenas de pessoas, torturou milhares e sequestrou outro tanto. Essa homenagem foi um tapa na cara de cada um parente daqueles que foram assassinados. Senti-me violentada! Nesse momento, respirei fundo e me coloquei no lugar da mulher Dilma Rousseff, me coloquei no lugar dos que morreram pela democracia e no lugar de suas famílias. Coloquei-me no lugar da família de Hugo do Rego Barro, tão próxima de nós.

Desculpa ai Deputado Jean Wyllys, mas o verme do Bolsonaro é tão desprezível que não vale uma “cuspida”. Mesmo assim, valeu à intenção você nos defendeu com a única arma que tinha no momento. O meu muito obrigada.


E a cena de horror continua quando percebo que o cretino foi ovacionado pelos seus pares – 367 deputados, dentre estes, 18 pernambucanos e no meio desses pernambucanos 01 belojardinense.


Quando pensei que já tinha visto tudo, me deparo nas redes sociais com a indignação seletiva de alguns conterrâneos, alguns até dizendo que estavam com o grito preso na garganta. _Ora, ora, solte
esse grito e vá trabalhar já que és funcionária da Prefeitura há cerca de 10 anos e nunca deste um dia de trabalho, sequer conheces os prédios onde funcionam as várias secretarias municipais, só conhece o local onde recebe o salário todos os meses, e lebre-se criatura: "O mundo muda com seu exemplo e não com a sua opinião".
As plaquinhas de “Tchau, Querida” rolaram solta, a mesma plaquinha  que foi usada por Bolsonaro, Cunha, Feliciano... Essa miopia coletiva os impedem de ver o obvio, não percebem que o tchau não é pra Dilma, mas para Democracia, elas sequer se dão conta que nem a plaquinha vão poder usar depois do golpe consolidado, quanto mais falar. "estamos cegos, cegos que veem, cegos que vendo, não vêem." (José Saramago)





7 comentários:

Luciana Silva disse...

Minha querida a sua indignação é a minha! Mas esse circo de horror nos chama a atenção para o verdadeiro significado da DEMOCRACIA REPRESENTATIVA. Votar nessa corja ela nos trair dessa maneira? Nao respeitar o voto de mais de 50 milhões de brasileiros? Tentar impedir uma mulher que não tem nada até agora contra ela? Isso é ridiculo. Vou esperar as eleições pra ver o candidato que Cintra Galvão vai apresentar pq se for igual a Jorge Corte Real vou rir na cara deles. Vou esperar também os adeptos de Mendoncinha pedindo voto eargumentando que ele é da terra. Golpistas isso sim.

Milsinho disse...

Foi pesado e triste muito triste para a nossa democracia. O troco darei nas urnas da proxima eleição. Belo Jardim foi uma vergonha, ainda bem que teve o candidato de Cristiano Silvo Costa pra nos livrar desse mico tamanho GG

Edson Kajuru disse...

Adilza, é lamentavel o momento que a gente chegou.... Infelizmente a galera votou em Dilma e num cara feito MF, aí num dá né?! Aí se dá esse curto nas instituições.
Em Belo Jardim os três grupos acabaram apoiando esse circo de domingo: Corte Real, MF, Bruno Araújo... Todos foram contra o povo.

Estou triste, mas permaneço forte e, sobretudo, coerente com o que penso.

O PT também errou, e errou muito. A autocritica é sempre válida. O poder corrompe mesmo, e faz com que muita gente deseje ocupar o lugar dos coxinhas. Esquecer seus ideais, suas origens, distanciar-se das bases... são todos pecados nossos.

Eu sei de uma coisa: Estou onde sempre estive e permanecerei lutando por uma cidade, estado e país melhores. Permanecerei nas praças, escolas, sinais.. enfim, nas ruas defendendo o que entendo ser o melhor para todos.
Esse momento vai ser duro, vai ser triste, mas vai passar e eu quero ajudar nessa superação.

Junior Camarim disse...

A desesperança vem no momento em que se olha para os representantes e se vê os representados. Conviver com corruptos, corruptores, estupradores, homofóbicos, racistas, ladrões, "religiosos" a chamar o nome de deus, compactuando com o que há de pior? Estamos rumando para um abismo político. Cazuza pediu pra o Brasil mostrar a cara, "OLHA EEELLLAAAAAA"!!!!

Joel arquivos disse...

É um bando de ladrões contra uma mulher de mãos limpas inocente que nada deve!!! #NãoPassarão #Fascistas #GOLPISTA

Ana Paes disse...

Um bando de golpistas. E os de Belo Jardim só jesus na causa. Num vejo Mendoncinha dar um piu sobre os desmandos da administração de João em Belo Jardim Será que é por causa do parentesco?

Bruna Brainer disse...

Onde e ao lado de quem você estava no dia do Golpe, 17 de abril de 2016? Eu terei orgulho de dizer que estava ao lado de companheiras de luta como você, Adilza!
São tantas as revoltas, indignações que seria redundante citá-las depois do seu texto...
Mas acredito que esses sentimentos só devem nos fazer mais forte para continuar as batalhas!
Continuar a luta pela melhoria de ensino, pela prisão aos torturadores e assassinos da ditadura, pela reforma agrária, política, pela autonomia dos movimentos sociais, sempre pela luta que reflita os interesses do povo brasileiro e do mundo inteiro.
É urgente o combate sem trégua aos Golpistas como Mendonça Filho , que recebeu da Odebrecht R$ 130 mil. Da Queiroz Galvão, cujos diretores também foram presos por corrupção ativa pela Operação Lava Jato, Mendoncinha recebeu mais R$ 130 mil. Da Lidermac, sócia da Odebrecht na PPP da Compesa e que foi subcontratada para fazer terraplanagem na Refinaria Abreu e Lima e que também é alvo da Lava-Jato, o deputado que comanda os protestos contra a corrupção em Pernambuco recebeu a bagatela de R$ 250 mil para financiamento de sua campanha. Provavelmente, essas doações explique o conveniente silêncio de Mendonça Filho sobre a Operação "Fair Play" e sobre a corrupção que vem sendo praticada por empreiteiros, já que não existe corrupto sem corruptor.
Precisamos manter a luta contra o impeachment , mas não pode ser ao custo de mais 4 anos de desgoverno em nosso município.

E por fim, gostaria de agradecer IMENSAMENTE a homenagem em seu texto, ao meu avô Hugo do Rêgo Barros! Que participou da intentona comunista de Prestes, foi militante das Ligas Camponesas, preso e torturado na antiga casa de detenção do Recife, e que nos ensinou em vida e em morte a lutar pela libertação do povo e pelo socialismo!

Hugo do Rêgo Barros presente, Agora e Sempre!!!!