Quem sou eu

Minha foto
BELO JARDIM, NE/Pernambuco, Brazil
"... O sonho pelo qual brigo, exige que eu invente em mim a coragem de lutar ao lado da coragem de amar..." Paulo Freire Educador pernambucano

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Ditos Populares!


Diz o dito popular, que o "tempo é o melhor remédio"! Acredito que quem criou esse, criou também : "Quem espera sempre alcança"! e ainda: "Silêncio é ouro"! e, "Cada macaco no seu galho"... e com certeza não foi o povo!


Pode até ser que o TEMPO seja o melhor remédio, mas não pra quem está esperando ser beneficiado com o transporte escolar desde o dia 07 de julho. Como é o caso d@s alun@s do Projovem Urbano de Belo Jardim, os quais, depois de um dia exaustivo de trabalho, saem dos bairros: Bela Vista, Frei Damião, Floresta, Cohab I, Pontilhão, Bom Conselho e se dirigem ao Ceebeja no bairro de São Pedro, nas proximidades do Colégio Agrícola.

O TEMPO não poderá ser o melhor remédio, para esses alunos e alunas, jovens de baixa renda, que estão esperando a Merenda há cerca de 04 meses;

Esse tempo sim, está sendo cruel, injusto e imoral com essa parcela da sociedade, que hoje faz parte de um Programa de Inclusão, mas que é excluido dos serviços mais básicos da educação - TRANSPORTE & MERENDA ESCOLAR.

Eu prefiro seguir os bons conselhos que Chico nos dá nessa música!

"Ouça um bom conselho
Que eu lhe dou de graça
Inútil dormir que a dor não passa
Espere sentado
Ou você se cança
Está provado, quem espera nunca alcança
[...]
Corro atrás do tempo
Vim não sei de onde
Devagar é que não se vai longe..."
(Bom Conselho - Chico Buarque)



2 comentários:

francisco de assis disse...

Adilza quando esse pro jovem é coisa boa vc diz que é do governo de DUDÚ, quando é ruim é culpa de quem ? De COCA COLA? pACIÊNCIA.

Alfinetes & Bombons disse...

Prof. Dido eu nunca disse que isso é bom pq é do governo tal. Pelo contrário, se vc tivesse acompanhado as ultimas postagens teria percebido as minhas críticas ao governo do Estado.Os alunos estão s/merenda, sem transporte e sem outras coisas mais... Defendo o programa enquanto inclusão de jovens que, por um motivo ou outro deixaram de estudar. E isso é obrigação de qualquer governo, que seja do Estadual, do Federal ou municipal.